A Lição do Padre Vieira sobre a Infâmia

Com a colaboração do Doutor Almir Gasquez Rufino, apresento outra passagem das obras do Padre Vieira. Aqui o grande orador se refere à infâmia. É um pensamento atual que traduz bem o mal causado pela injusta ofensa à honra.

“A vida é um bem que morre: a honra e a fama é bem imortal; a vida, por larga que seja, tem os dias contados: a fama, por mais que conte anos e séculos, nunca lhe há de achar conto nem fim, por­que os seus são eternos; a vida conserva-se em um só corpo, que é o próprio, o qual, por mais forte e robusto que seja, por fim se há de resolver em poucas cinzas: a fama vive nas almas, nos olhos e na boca de todos, lembrada nas memórias, falada nas línguas, escrita nos anais, esculpida nos mármores, e repetida sonoramente sem­pre nos ecos e trombetas da mesma fama. Em suma, a morte mata ou apressa o fim do que necessariamente há de morrer: a infâmia afronta, afeia, escurece e faz abominável um ser imortal, menos cruel e mais piedosa seria se o pudera matar”

(Sermão de Santa Iria, 1638)

3 comentários em “A Lição do Padre Vieira sobre a Infâmia”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s